Tecnologia Educacional

 

Tecnologia educacional no Colégio Miguel de Cervantes

Antonio Abello Rovai | 28 de fevereiro de 2013.

A tecnologia a serviço do processo de ensino e aprendizagem como uma importante ferramenta transversal das diversas áreas do conhecimento e contextualizada no mundo contemporâneo. É assim que a concebemos no Colégio Miguel de Cervantes e, nessa perspectiva, entendemos seu uso no cotidiano escolar como contribuição para a promoção de práticas pedagógicas transformadoras que intensifiquem a mediação de interações de modo que aprendizes e professores possam construir conhecimento num ambiente rico e desafiador.

O modelo que perseguimos procura aproximar os processos de aprendizagem na escola às rotinas do mundo do trabalho, favorecendo na primeira o desenvolvimento de habilidades intelectuais que serão exigidas, mais tarde, no segundo. E assim, “desenvolver nos alunos as competências que lhes permitirão desempenhar-se como cidadãos responsáveis na sociedade da aprendizagem e como profissionais competentes numa economia do conhecimento: as competências do século XXI”1.

O uso das tecnologias digitais, instrumentos colaborativos de produção de saber, deve favorecer o desenvolvimento de aprendizes criativos, engajados e participativos, mais propensos a aceitar os novos desafios que uma sociedade cada vez mais complexa nos proporciona.

1 PEDRÓ, Francesc. Tecnología y escuela: lo que funciona y por qué in: XXVI Semana Monográfica de la Educación LA EDUCACIÓN EN LA SOCIEDAD DIGITAL. Madrid: Fundación Santillana, 2011.