20/03/2017 – Competição Canguru de Matemática

Competição Canguru de Matemática
Em 17 de março, alunos do 5º do Ensino Fundamental ao 3º do Ensino Médio participaram da prova no Colégio Miguel de Cervantes.

Por: Tatiana Maria de Paula Silva | 17 de março de 2017.

Pelo 2º ano consecutivo, os alunos do Colégio Miguel de Cervantes participam da competição internacional Canguru de Matemática. Todos os anos, no mês de março, estudantes de todo o mundo participam do evento.

Aberta para estudantes de 7 a 18 anos, a competição traz questões de lógica e raciocínio que, de forma instigante e divertida, colaboram para que os participantes avaliem suas habilidades matemáticas. Os estudantes têm 90 minutos para resolver de 25 a 30 questões de múltipla escolha, sendo a prova aplicada no próprio ambiente escolar e pelos professores dos alunos.

As questões são elaboradas com o objetivo de estimular o gosto pela matemática como uma atividade intelectual desafiadora, mostrando que ela é interessante, útil e divertida. Aplicada no Brasil desde 2012, a cada ano ela cresce e se consolida. Em 2016, mais de 170 mil estudantes brasileiros fizeram a prova, e os organizadores estimam que em 2017 esse número ultrapasse os 200 mil. Neste ano, no Colégio Miguel de Cervantes, 235 alunos realizaram a prova.


Fotos: Silvio Luiz Canella / Montagem: Fabio Correa Altafim

Para a chefe do Departamento de Matemática do Colégio, Daniela Miele de Lima, a competição tem um caráter mais democrático do que a maioria das competições que envolvem a matemática. “Na Canguru, qualquer aluno pode se inscrever. Incentivamos todos a participar, pois a matemática envolve diversas habilidades. Ficamos muito contentes com a adesão e com os resultados dos nossos alunos em 2016. Neste ano, teremos também a participação dos alunos do 5º ano do Fundamental, o que demonstra que cada vez mais eles reconhecem o prazer e se sentem motivados no aprendizado da matemática. Em competições como essa, os alunos constatam o que sempre reforçamos em sala de aula: a visão convencional de que matemática é para poucos está ultrapassada”, explica Daniela.

A Canguru de Matemática acontece em mais de 50 países. Apesar de ser uma competição regulamentada em âmbito internacional, cada país tem liberdade de adequar a data, o tempo e até o tipo de premiação. No Brasil, cada escola recebe os resultados de seus estudantes e não há comparação entre escolas. Todos os anos, nos meses de outubro e novembro, são realizados encontros nos quais comissões de vários países se reúnem para montar as questões das provas.

Para a aluna Isabella Salvatore Ribeiro Cruz, do 5ºA, conhecer o modelo de prova antes de se inscrever na competição foi importante para despertar o interesse. “Fizemos as provas de 2015 e 2016. Eu quis participar da competição porque achei um teste diferente e porque na nossa escola é a primeira vez que o 5º ano participa”, comenta Isabela.

Já para o aluno Felipe Taveira Lira, do 5º A, a motivação veio do desafio. “Eu quis participar porque a matemática é uma das disciplinas que mais gosto e achei que seria uma nova experiência para eu melhorar um pouco mais em matemática e ficar mais esperto. Consegui resolver a prova sem muita dificuldade”, afirma Felipe.

Imagens, edição e produção: Fabio Corrêa Altafim

Saiba mais:
http://www.cangurudematematicabrasil.com.br/
https://www.cmc.com.br/default.asp?PaginaId=11553