Experiência em prol da empatia
Ex-alunos visitam primeiro-anistas

Por: Tatiana Maria de Paula Silva | 02 de fevereiro de 2017.


Foto: Tatiana Maria de Paula Silva
Plantar uma semente não basta, é preciso cuidar e cultivá-la, animando-a para que floresça e dê frutos.
É com base nesse princípio que o Colégio Miguel de Cervantes recebeu, em 30 de janeiro, primeiro dia de aula, os queridos ex-alunos Gabriel Huerta, Sofia Airoldi Rodrigues, Enzo Gonzalez De Marchi, Victória Tzung Lima Soares e Maria Beatriz Cury para conversar com os alunos do 1º ano do Ensino Médio sobre o projeto Mutirão da Empatia*.O projeto dos alunos, em parceria com a coordenação pedagógica e educacional, nasceu em 2016 e compreendeu ações de debate e conscientização sobre preconceito e tolerância, por meio de encontros e da limpeza das carteiras de sala de aula que por muitos anos foram utilizadas para propagar mensagens ofensivas.

 

Para garantir que a ideia permaneça, os ex-alunos membros do grupo vieram conversar com todas as salas do 1º ano do Ensino Médio, animando os colegas a participarem. Nada melhor do que ouvir a experiência daqueles que há pouco ocupavam o mesmo espaço que eles e compartilharam experiências semelhantes como alunos do Colégio.

*Saiba mais sobre o Mutirão da Empatia em: www.cmc.com.br/default.asp