Pedagogia de projetos e aprendizagem significativa

  Tema:  Pedagogia de projetos e aprendizagem significativa

23/10    Denise Milan Tonello
                 (Orientadora de Educação Infantil)
                 Hora: das 16h30 às 18h
                 Local: Audiovisual

Proposta do encontro:
Além de dar uma breve visão histórica e metodológica sobre os fundamentos da “Pedagogia de Projetos”, o encontro pretende impulsionar reflexões sobre como desenvolver projetos tornando a aprendizagem cada vez mais significativa.

Os Projetos de Trabalho permitem ao educador ultrapassar os limites do ensino por simples transmissão de conhecimentos, transferindo a responsabilidade do processo de construção do saber ao próprio aluno. É ele quem assume o controle sobre sua aprendizagem, ao professor cabe a função de coordenar e articular a interação entre teoria e prática, entre o projeto político pedagógico da escola e a perspectiva desenhada pelo aluno.
A aprendizagem por projetos é uma atualização do “método de projetos” formulado por William H. Kilpatrick (1918) a partir das ideias de John Dewey.

Leia mais no texto anexo:
Maria Elisabette Brisola Brito Prado1. Pedagogia de projetos: fundamentos e implicações.
“Na pedagogia de projetos, o aluno aprende no processo de produzir, levantar dúvidas, pesquisar e criar relações que incentivam novas buscas, descobertas, compreensões e reconstruções de conhecimento. Portanto, o papel do professor deixa de ser aquele que ensina por meio da transmissão de informações [e passa a ser o de] criar situações de aprendizagem cujo foco incida sobre as relações que se estabelecem nesse processo, cabendo ao professor realizar as mediações necessárias para que o aluno possa encontrar sentido naquilo que está aprendendo a partir das relações criadas nessas situações.”
1 Pesquisadora-colaboradora do Núcleo de Informática Aplicado à Educação (Nied-Unicamp) e doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação: currículo da PUC-SP.