Processo de Adaptação              

1)
Todos os alunos passam por um processo de adaptação.
Todos necessitam de um olhar atencioso para que possam sentir-se seguros e felizes! 

2) A adaptação é uma conquista pessoal da criança e, para tanto, algumas necessitam de um tempo maior que as outras.
Cabe aos pais e professores auxiliá-los nessa conquista, encorajando-os sempre, não fazendo comparações entre irmãos, primos e amiguinhos.

3) É fundamental que os pais estejam seguros e passem segurança para seus filhos.
Por isso, as despedidas devem ser rápidas: um beijo, um aceno ou simplesmente um “até breve”.
Dessa forma, a criança percebe que os pais confiam nos profissionais e na escola.

4) A adaptação deve ser feita, de preferência, pela mãe ou pai da criança.
Sugerimos trazer um livro, revista ou jornal para se entreter durante esse tempo, pois a criança ficará com o seu grupo de colegas. 
Durante este período, é importante não trazer irmãos menores (mesmo que sejam de colo). Fica difícil para a criança ver o(a) irmão(ã) cercado(a) de atenções que naquele momento não podem
ser para ela. 

5) Quando a criança se dirigir ao adulto que a acompanha para fazer algum pedido, é muito importante que delegue essa atribuição para a professora, dizendo: “Peça isso para a sua professora”. Assim, estará ajudando a criança a fazer a transferência para o seu referencial adulto na escola, que são as professoras. 
Sempre se despeça da criança quando estiver se retirando da escola, ou avise-a, caso seja necessário ausentar-se por algum tempo.

6) E para que a criança se sinta mais segura e tranquila, seguem algumas orientações que poderão facilitar a continuidade do processo de adaptação:  

Ao pegar a criança na saída, procure não sobrecarregá-la com perguntas como:
Você chorou? Ficou com saudades? Brincou bastante? Fez amigos? Comportou-se?
É fundamental respeitar o seu momento e deixá-la à vontade para contar como foi o seu dia; procure falar com ela como você passou durante o período em que esteve longe, o que fez. Dessa forma, a criança perceberá que também tem algo a contar-lhe,
e os relatos sairão normalmente.

7) Procurem contar o que vão fazer no período em que ela estiver na escola e, principalmente, afirmar que vocês estarão esperando por ela na saída.
Mostrem segurança na hora de deixá-la na escola, despedindo-se carinhosamente.
É importante que a criança sinta que vocês gostariam que ela ficasse na escola e conhecesse sua classe, os novos amigos e professores e aproveitasse o que vai ser oferecido a ela. 
Organizem-se especialmente nos primeiros dias para não atrasar na hora da saída.

8) Algumas crianças poderão ficar bem nos primeiros dias, mas depois mostrar dificuldades para permanecer na escola. Isso é normal e esperado. Depois da curiosidade inicial saciada, elas começam a sentir mais a separação dos pais e as mudanças enfrentadas.

É muito importante não negociar a permanência da criança na escola em troca de presentes.

9) Nesse período de adaptação, qualquer dúvida poderá ser esclarecida com a Orientação, uma vez que a atenção dos professores estará voltada exclusivamente às crianças.