INSTITUCIONAL

Encontro de TE – Grupo Praxis

Por: Tatiana Maria de Paula Silva | 13 de junho de 2018.

No dia 5 de junho, o Colégio Miguel de Cervantes sediou o encontro do Grupo Praxis, formado por pessoas que se interessam por educação e que discutem sobre tecnologia educacional. Atualmente, mais de 20 escolas participam do grupo debatendo e refletindo sobre o tema.

Os representantes das escolas e convidados foram recepcionados pela equipe de TE e pela diretora educacional, Amélia Salazar, que fez a apresentação do Colégio a todos.

Na sequência, os professores do Cervantes Fernanda Baruel, Patricia Viola Barbosa, Adriana Azevedo Videira, Giovanna Landriscina, Pollyanna Oliveira Cipriano Cardoso Willian Rosa e Cesar Bardilho apresentaram uma mostra dos trabalhos realizados em diferentes segmentos que contaram com o uso de tecnologia.

A especialista convidada, a advogada Dra. Kelli Angelini, idealizadora do Projeto Internet com Responsa, do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR), ministrou a palestra “Reflexões e ações conjuntas sobre CGI (Comitê Gestor da Internet no Brasil) – NIC.BR  e Escolas”.

Kelli iniciou o bate-papo agradecendo o convite e parabenizando o Cervantes pelo excelente trabalho desenvolvido na área de tecnologia educacional. A especialista falou sobre sua trajetória profissional e da dedicação em liderar projetos que colaborem para a formação de jovens e os alertem em relação ao uso seguro da internet.

A advogada explicou sobre o funcionamento do CGI, que é formado por 21 membros de diversos setores da sociedade e  tem como sua principal atividade estabelecer diretrizes para o uso da internet por meio do debate de questões relacionadas à rede, visando a atender as ansiedades da sociedade em todo os segmentos. Kelli afirmou ainda que a renda proveniente do registro de domínio na internet é revertida para projetos sociais relacionados à web por meio da NIC.br.  

As ações da NIC.br abrangem pesquisas sobre o uso da internet, material de apoio e educativo sobre segurança na rede para pais, educadores, jovens e crianças. Kelli, idealizadora do guia Internet com Responsa, reforça que o uso adequado da internet baseia-se principalmente nos princípios morais e éticos que normatizam a convivência em sociedade.

Durante o encontro, ela convidou todos a refletirem sobre fatores importantes para a educação digital dos jovens, como a exposição excessiva, a privacidade, o direito ao esquecimento, a reputação online, a liberdade de expressão, os danos à imagem e cyberbullying.